Vó é tudo de bom! Mas é importante ter bom senso e saber até onde podemos ir!

Para apoiar esse novo momento e garantir uma boa relação entre o papel de vó e o papel de mãe, separei algumas dicas, que tirei do livro “Avós e Sogras – Dilemas e delícias da família moderna | Elizabeth Monteiro | ed. Summus Editorial”, e aproveito para agradecer a vovó Jamila, minha amiga-irmã!

  • Brinque muito com as crianças. As brincadeiras dos netos e a sabedoria dos avós são os furtos dessas duas estações do ciclo vital familiar.
  • Promova reuniões familiares em sua casa. Elas são importantes e inesquecíveis!
  • Conte histórias e cantes para seus netos!
  • Nunca, jamais, tire seus netos dos colos dos pais!
  • Faça bolos, massinha e biscoitos junto com eles.
  • Os pais têm o direito de fazer do jeito deles e aprender com os próprios erros.
  • Monte brinquedos com as crianças: pipa, roupinha de boneca, bola de meia…
  • Lembre-se de que você não é mãe da criança!
  • Conte-lhes histórias engraçadas do pai ou da mãe quando eram crianças.
  • Aprenda a se desapegar, a se tornar desnecessária. Cuide muito bem, também, da sua vida!

Avós sábios sabem dar bons conselhos, mas também entendem quando chega a hora de silenciar e deixar que os pais atuem no papel principal.

Nesse ambiente, as relações ficam mais fortalecidas, divertidas e mais seguras, garantindo que o papel dos pais e dos avós serão mantidos, com o que de melhor cada um têm para contribuir na infância das crianças.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.