Perca peso de forma saudável

“Quero voltar ao meu peso normal mas ainda estou amamentando”. Muitas mães usam essa desculpa para justificar os quilinhos extras depois da gravidez. No entanto, se a dieta pós-parto for feita da forma correta, a amamentação não vai interferir no ganho de peso. Uma alimentação saudável combinada a exercícios físicos fará com que o peso volte a ser o que era antes e, ao mesmo tempo, mantém o bebê sempre nutrido.

AMAMENTAÇÃO

No período de amamentação, é normal que as mães sintam muita fome, o que pode provocar ainda mais o excesso de peso. Por isso, é preciso cuidado em relação ao que se come no dia-a-dia, optando por aquilo que seja mais saudável tanto para a mãe quanto para o bebê.

Por outro lado, a própria amamentação já ajuda a eliminar o peso extra da gravidez. Isso acontece porque o ato de amamentar, induz a produção de um hormônio chamado ocitocina, o qual provoca a contração do útero e estimula seu retorno ao tamanho normal. Sem contar que o aleitamento consome cerca de 700 calorias por dia, ou seja, o

mesmo que a prática de uma hora de corrida, por exemplo.

A dieta pós-parto não se resume a quantidade, e sim a qualidade. Ela precisa ser saudável e balanceada não só para recuperar o peso de antes da gravidez, mas para estimular a produção do leite materno e manter os nutrientes necessários em sua composição, já que esses serão transmitidos ao bebê.

Refeições pesadas e gordurosas devem ser evitadas porque essas são passadas para a criança por meio do leite, prejudicando assim a saúde dele.

No período inicial de vida do recém-nascido, o sistema digestivo ainda não está totalmente pronto, e portanto, não está preparado para processar alimentos muito complexos. Opte sempre por alimentos mais leves e de fácil digestão.

Outros tipos de alimentos também devem ser evitados do cardápio no primeiro mês após o parto pois podem provocar cólicas na criança, como o café, chocolate, refrigerantes, verduras escuras, talo de alface, feijão e tomate.

CUIDADO COM A DIETA

Por mais que muitas mães queiram perder o peso extra da gravidez a todo custo, a dieta pós parto não deve ser restritiva e voltada somente para o emagrecimento. Esse tipo de dieta pode prejudicar a recuperação da mulher e a produção de leite para o bebê.

Uma dieta mais radical, com o foco principal no emagrecimento, só é permitida a partir dos seis meses de vida do bebê. Até lá, deve-se comer pensando no que será necessário para ele. A diminuição do peso será natural, como consequência de uma alimentação saudável, exercícios físicos e a ajuda da amamentação.

Ao optar por uma dieta pós-parto saudável voltada para a saúde do bebê, automaticamente a mãe vai estar fazendo bem para si mesma, favorecendo sua saúde e a desejada perda de peso nesse período de insatisfação com próprio corpo.

O pós-parto é uma época ideal para optar por uma dieta balanceada, pois o corpo está sofrendo as mudanças hormonais que vão ajudar com o emagrecimento. Mas para chegar no objetivo desejado, é preciso ter paciência. O útero de uma mulher que normalmente pesa cerca de 90 gramas pode chegar a um quilo para abrigar um bebê de 3,5 kg e 52 cm na gravidez. Para voltar a ser o que era antes da grande modificação, demanda um certo tempo e muita força de vontade.

O QUE DEVE CONTER

– Prefira sempre os alimentos naturais, sem conservantes ou aditivos e corantes, por exemplo.

– Consuma alimentos cozidos ou assados, no lugar dos fritos.

– Realize as refeições ao menos cinco vezes ao dia.

– Não pule as refeições. Horas em jejum faz com que aumente o apetite na próxima vez que se alimentar, tendo como consequência exageros desnecessários.

– Se e possível, consuma 1 col. (sobremesa) de linhaça nos sucos, frutas ou sopas. A linhaça aumenta a saciedade e diminui o apetite.

– Se a vontade de comer doce bater, opte por uma fruta cozida ou doce de frutas de preferência sem açúcar.

– Evite as sopas de pacote. Esse tipo de alimento contêm alta quantidade de sódio e estimulam a retenção de líquidos.

dieta pós-parto deve conter todos os grupos de alimentos, principalmente o cálcio.

– Líquidos, cereais integrais, frutas, legumes, peixe, leite e derivados são muito importantes para a dieta pós-parto. Esses alimentos possuem nutrientes que vão atender às exigências energéticas da amamentação e paralelamente ajudar a recuperar o corpo de antes da gravidez. Alguns deles são:

Cálcio: fortalece os ossos e dentes e promove o bom funcionamento dos nervos e músculos. Exemplos: iogurtes e leite desnatados, ricota, cottage, vegetais verdes-escuros, semente de girassol e gergelim cru.

Proteína: é a base para a produção de leite. Exemplos: peixes, aves, carnes magras, ovo, ervilha, feijão e lentilha.

Ômega 3: é importante para o desenvolvimento mental e visual do bebê. Exemplos: salmão, atum, sardinha e linhaça.

Vitamina B6: ajuda na absorção das proteínas. Exemplos: cereais integrais, verduras como rúcula agrião, couve, espinafre, batata e banana.

Vitamina C: aumenta as defesas contra infecções. Exemplos: frutas e legumes.

CARDÁPIO PARA O PÓS PARTO

O cardápio da mulher que está amamentando deve conter aproximadamente 1900 calorias por dia, podendo diminuir para cerca de 1500 calorias por volta do terceiro mês após o desmame.

CAFÉ DA MANHÃ

1 xíc. (chá) de salada de frutas (banana, maçã, mamão, melão e morango)
1 copo de iogurte natural desnatado com 3 col. (sopa) de aveia
1 col. (chá) de mel
1 fatia de pão integral light com 1 ponta de faca de margarina light

LANCHE DA MANHÃ

1 Polenguinho Light
1 banana
1 xíc. de chá de ervas*

ALMOÇO

1 prato (sobremesa) de salada: alface, tomate, cenoura, ricota esfarelada e lascas de maçã com · 1 col. (sopa) de azeite
3 col. (sopa) de arroz integral
2 conchas cheias de feijão
1 filé médio de frango grelhado (130 gramas)
1 pires de brócolis no vapor com lascas de amêndoa

LANCHE DA TARDE

1 barrinha de cereais
1 copo de água-de-coco
1 maçã

JANTAR

1 prato (sobremesa) de salada: folhas verdes-escuras, tomate e cenoura ralada com gotas de limão
3 col. (sopa) de arroz integral com ervilha
1 filé médio de salmão grelhado (130 gramas)
1 berinjela assada

CEIA

½ xíc. (chá) de frutas secas (damasco, castanha-do-pará, nozes e amêndoas)
1 xíc. de chá de ervas

LANCHE DA MADRUGADA (para depois da mamada)

1 copo de iogurte de frutas

Venha conhecer a Mamãe sarada!


Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.