Dicas para se livrar da barriga flácida depois da gravidez

O pós-parto é um período recheado de novidades para as mulheres. A sensação da maternidade, a rotina de novas responsabilidades, um novo amor que nasce e infelizmente, um  corpo diferente que surge. Os quilos extras e a barriga flácida depois da gravidez são inevitáveis, mas ainda assim são motivos para muitas reclamações e transtornos de autoestima.

A flacidez nada mais é do que a sobra de pele provocada pelo efeito sanfona de quando a pessoa engorda e depois emagrece.

Esse fato ocorre principalmente nas mulheres que passaram por uma gestação, momento em que a pele se estica e relaxa de maneira ainda mais rápida. Com isso, o corpo de uma mãe fica com uma aparência enrugada, trazendo na maioria das vezes uma grande insatisfação e dificuldade de aceitar a própria imagem.

Para  eliminar a barriga flácida depois da gravidez, é necessário adotar um  estilo de vida saudável, ou seja, uma alimentação regrada combinada a uma rotina diária de exercícios físicos.

Mas claro que isso tudo não será fácil e a barriguinha durinha não virá de uma hora pra outra. Toda concentração hormonal que a gestante acumulou nos nove meses de gestação, vai demorar outros nove meses para voltar ao normal.

Até lá, o inchaço, a lassitude ou frouxidão ligamentar e todos os hormônios da gestação ainda estarão presentes no corpo da mulher. Os hábitos saudáveis, portanto, tem o papel de acelerar o processo e potencializar o resultado.

COMO PREVENIR

De acordo com a Sociedade Brasileira de Dermatologia, o fim da barriga flácida depois da gravidez já começa com a sua prevenção.

O mais importante para evitá-la, portanto, é não permitir um aumento exagerado de peso já durante a gestação.

Em uma gravidez, a mulher ganha naturalmente alguns quilos a mais, sendo considerado normal de 10 a 14 quilos. Porém, quando esse ganho de peso passa a ser excessivo, acaba rompendo as fibras elásticas, dando origem a indesejada flacidez.

Consulte um médico para orientar a melhor dieta para você nesse período, e fortaleça sua musculatura praticando exercícios moderados que não prejudiquem o bebê.

MUDE SUA ALIMENTAÇÃO

Para quem quer eliminar a barriga flácida depois da gravidez, o mais aconselhável é consumir alimentos que contém proteínas magras. Esse tipo de proteína ajuda a manter a forma, pois auxiliam na formação dos músculos e proporcionam sensação de saciedade.

Legumes e verduras, carnes e os derivados de leite com pouca gordura são os alimentos mais indicados.

Além disso, dê preferência também para carboidratos com baixo índice glicêmico como arroz e massas integrais por exemplo, e evite o consumo de refrigerantes, doces e alimentos gordurosos. 

Lembrando sempre de não deixar de ingerir todos os nutrientes necessários que serão transferidos para o bebê através do leite materno.Somente quando você não estiver mais amamentando, poderá seguir uma dieta hipocalórica, que ajudará ainda mais a acabar de vez com a barriga flácida depois da gravidez.

Para esse tipo de dieta, basta incluir no cardápio alguns alimentos termogênicos, fibrosos e com pouca quantidade de calorias. Se puder, procure o auxílio de um(a) nutricionista.

BEBA ÁGUA

Beber água também é um hábito aliado na perda de flacidez. A água ajuda a pessoa a se sentir satisfeita entre as refeições.

EXERCITE-SE

A atividade física deve fazer parte da rotina após a gravidez. Nesse período, as células corporais vão libertar o excesso de fluidos acumulados durante a gestação e para eliminá-los o corpo necessita de estímulo para voltar a estar tonificado e dar tchau a flacidez.

Os exercícios de resistência muscular são excelentes para auxiliar esta tarefa, pois ajudam a eliminar o excesso de fluidos por meio da transpiração.

Já os exercícios de força são fundamentais para trabalhar a região abdominal. Exercícios isométricos como pranchas, por exemplo fortalecem o músculo sem prejudicar a boa postura.

Além disso, a atividade física de forma geral, estimula o metabolismo, auxiliando todo o corpo a um funcionamento mais eficiente.

Quem não tem muito tempo para investir em um exercício de longa duração, deve tentar se mexer o máximo possível dentro de sua rotina diária. Caminhar nas pausas do trabalho e subir escadas são pequenos hábitos que podem aumentar o gasto calórico diário em cerca de 30%.

(Mamãe Sarada)

CREMES

Os cremes pouco interferem quando o assunto é flacidez. A função deles é hidratar e ajudar a evitar estrias, além de melhorar muito o aspecto da pele.

SE NÃO RESOLVER

Com todas essas medidas é muito possível que você consiga resgatar novamente sua forma física. Se for o caso de não adiantar e você continuar com um excesso de pele, a solução é optar por procedimentos estéticos ou até mesmo cirurgia plástica.

Existem alguns tratamentos eficazes sobre o acúmulo de pele que causa a flacidez. Eles devem ser feitos após um ou dois meses após o parto. Alguns deles são a Endermologia, o Reaction e a Drenagem linfática.

– Endermologia: estimula a circulação linfática por meio de uma massagem a vácuo. O aparelho associa a massagem de ultrassom com a drenagem linfática. Esse tratamento contribui para uma melhor circulação do sangue e o endurecimento dos tecidos, facilitando a eliminação da flacidez da pele. É aconselhável que seja realizado após seis meses da gestação.

– Reaction: o aparelho pode ser usado pelas grávidas e aquece a pele com o objetivo de melhorar a circulação, atacar as células de gordura e estimular o colágeno.


– Drenagem linfática: promove a elasticidade da pele e ajuda a eliminar toxinas. Essa pode ser realizada durante a gestação, por estimular o sistema imunológico, diminuir inchaços e as dores.

– Abdominoplastia: é a técnica realizada através do bisturi para aa remoção da flacidez. Essa deve ser feita em último caso, por ser um procedimento mais agressivo.

Antes de optar por qualquer uma delas, consulte o seu médico para decidir qual é a mais indicada para o seu caso específico.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.