Do 1º ao 2º ano de idade

Até aos 2 anos a criança já anda e já corre. Quer fazer tudo sozinha e afirmar-se, tendo, por vezes, comportamentos de desafio em relação aos pais e outras pessoas. Faz muitas gracinhas e o adulto consegue entender o seu vocabulário que é agora mais rico. Por vezes, os pais sentem que o/a filho/a se está a afastar deles, mas ele/a está só a ganhar a sua autonomia.

Brinquedos do 1º ano ao 2º ano de idade:

  • Usa-se brinquedos como cubos de empilhar, jogos de encaixe e formas geométricas;
  • Tanto os meninos como as meninas gostam de brincar com objetos usados nas rotinas da casa, como colheres, caixas de plástico, esfregonas, vassouras, tachos, panelas, entre outros;
  • Gosta de brinquedos de puxar e de empurrar;
  • Aprecia livros de imagens;
  • Brinca experimentando as novas habilidades que consegue fazer com o corpo;
  • Transporta os brinquedos de um lado para o outro;
  • Gosta de imitar os adultos, suas expressões e posturas;
  • Usa muito a massa de moldar;
  • Gosta de construir legos e puzzles de tabuleiro;
  • Pode usar lápis grosso para pintar.

Recomendações sobre disciplina do 1º ano ao 2º ano de idade

  • As crianças até aos 2 anos testam muito os limites: os dos pais e de outros adultos.
  • Os castigos por si só não resolvem tudo e o adulto não deve proibir a criança de se afirmar, mas sim, limitar-lhe alguns comportamentos (principalmente aqueles que põem a criança em perigo).
  • As crianças já correm, pelo que é necessária maior atenção dentro e fora de casa.
  • Só agora se deve introduzir a almofada na cama.

O Bacio

É na fase dos 18 aos 24 meses que se deve educar a criança a utilizar o bacio. Só nesta altura estará preparada para conseguir controlar melhor o seu corpo. A atitude inicial da criança é ignorar o bacio. Será nesta altura que a criança estará preparada para começar a pedir para ir ao bacio.

Estratégias para introduzir o bacio na rotina do bebé:

  • O bacio deve ficar num local onde o bebé o veja bem (p. ex.: perto do quarto, à entrada da casa de banho).
  • Não convém dar demasiada importância ao bacio porque isso pode aumentar a sua rejeição pelo bebé.
  • A brincadeira pode ser uma boa ferramenta para conseguir introduzir o hábito de fazer as necessidades no bacio. Dar um objeto que o bebé goste, como um livrinho ou um boneco que o entretenha pode ajudar nesta fase.
  • Se o bebé rejeitar o bacio, não deve forçar. Por vezes, o bebé está sentado no bacio muito tempo sem fazer chichi ou cocó e quando lhe colocam a fralda ele faz logo de seguida. Faz isso porque está habituado a fazer na fralda e não no bacio.
  • Não o sente em frente à televisão pois ele deve perceber que está sentado no bacio para fazer as suas necessidades, não para ver desenhos animados.
  • É preciso ter muita paciência. Não tenha pressa.
  • É comum nesta idade a criança escolher um local para fazer as suas necessidades (ex: atrás das cortinas, num canto e pode sentar-se como se estivesse no bacio ou na sanita).
  • Se tiver dificuldades nesta fase, consulte o seu médico assistente ou pediatra.

Você também pode se interessar:

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.