Início Saúde Bronquiolite: o que você precisa saber

Bronquiolite: o que você precisa saber

bronquiolite
imagem: google

Bronquiolite é uma doença caracterizada por uma inflamação nos bronquíolos e que, geralmente, é causada por um vírus.

Após infecções respiratórias, a bronquiolite é a situação mais comum e predominante nas crianças pequenas. Geralmente, afeta crianças com até dois anos de idade, prevalecendo, porém a maioria dos casos ocorre entre 3 e 6 meses de idade.

Seu principal causador é o vírus sincicial respiratório (VSR). Ele pode causar infecções pulmonares também em adultos saudáveis, porém geralmente leves, mas, em crianças pequenas ou pessoas com baixa imunidade, podem ser agressivas.

A bronquiolite é uma doença sazonal tendo maior incidência entre os meses de abril a setembro, principalmente nos meses do inverno.

Os sintomas mais comuns da doença são
  • tosse intensa;
  • febre baixa;
  • dificuldade para respirar – incluindo chiado no peito (sibilância), movimentos respiratórios rápidos ou, até mesmo, apnéia (parada respiratória prolongada entre os movimentos respiratórios);
  • vômitos (nas crianças pequenas);
  • irritabilidade;
  • diminuição do apetite;
  • cianose – que é a coloração azulada da pele que costuma aparecer em torno da boca e na ponta dos dedos, quando a dificuldade respiratória é grave;
  • olhos avermelhados por uma inflamação conhecida como conjuntivite,que neste caso e viral;
  • batimento de asas do nariz – movimento das narinas (abrindo e fechando) que ocorre em situações de dificuldade respiratória  grave na criança pequena.
Como se chega ao diagnóstico?

O diagnóstico é feito através do exame clinico do paciente, dos sintomas referidos por ele ou pelos seus pais. A radiografia do tórax poderá ajudar a firmar o diagnóstico ou descartar outros. Existe um exame da secreção do nariz ou dos pulmões que pode confirmar a presença do vírus sincicial respiratório.

Como se previne?

Evitar contato com as pessoas doentes poderá prevenir alguns casos, já que sabemos que a infecção por este vírus, algumas vezes, ocorre de forma epidêmica em comunidades.

A lavagem frequente das mãos também ajuda a prevenir novos casos desta e de outras doenças.

As crianças que frequentam creches enfrentam um risco maior devido ao contato com outras crianças infectadas.

Como é o tratamento?

Na maioria dos casos, trata-se apenas com medicação para aliviar os sintomas, porem alguns casos deve-se internar para receber suplementação de oxigênio, e hidratação endovenosa, e em casos raros, necessita de internação em unidade de terapia intensiva devido a falência respiratória.

fonte: Dr. Elzo Garcia Jr.

 

Você também pode gostar de:

SAÚDE

Grávidas, bebês e animais de estimação

Sintomas durante a gravidez.

Doenças na gravidez que afetam o bebê – Anemia, Sarampo, vaginose

Kit Crescidinhos – O que vocês acharam?

Casos de conjuntivite aumentam em meses mais frios

Bebê ronca quando dorme?

Calendario de vacinação

 

 


Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: