1. Posso passar qualquer hidratante no corpo ou precisa ser um tipo específico para gestantes?

Alguns ativos de hidratantes comuns são proibidos na gravidez, como ureia em concentrações altas. Por essa razão, o melhor é optar por produtos exclusivos para gestantes. Mas saiba que mesmo eles podem causar alguma irritação.

 

  1. Posso usar óleo de amêndoas à vontade?

Esse tipo de óleo, recomendado para prevenir o surgimento de estrias durante a gestação, pode ser usado sem restrições. Ele, no entanto, só a melhora a hidratação da pele, o que nem sempre é suficiente para impedir o aparecimento dessas marcas na pele, que geralmente vêm à tona devido ao aumento de peso característico da gravidez e às alterações hormonais típicas do período.

 

  1. Posso viajar?

Até o sétimo mês, as viagens podem ser realizadas com algumas precauções. “No carro, deve-se parar de hora em hora para esticar as pernas e se alimentar”, diz o obstetra Eduardo de Souza. Trechos feitos de avião demandam cuidados como caminhar pelo corredor da aeronave sempre que possível e ingerir bastante líquido para evitar a desidratação. No oitavo mês, é necessário atestado médico para embarcar. E, no nono, a maioria dos médicos proíbe viagens de qualquer natureza, mesmo de carro.

 

  1. Posso fazer musculação?

Com uma supervisão adequada, sim. No entanto, as cargas devem ser menores e sem exageros porque o risco de lesão na coluna é maior.

 

  1. Posso visitar um amigo doente?

Se problema for contagioso ou ele estiver internado, não. Hospitais são focos de doenças e o melhor é se poupar de entrar num ambiente assim. Caso não haja um diagnóstico fechado, o mais prudente é telefonar ou mandar um e-mail de solidariedade ao amigo.

 

  1. Posso subir escada?

Sim, mas você deve ficar atenta para não ficar ofegante na subida e, na descida, não se desequilibrar. Para isso, tome o cuidado de subir um andar apenas por vez e descer utilizando o corrimão.

 

  1. Posso usar sapato de salto?

Caso não haja desconforto, é possível usar salto de até 3 centímetros. Mais do que isso, aumenta a possibilidade de quedas devido à mudança de eixo no equilíbrio do corpo. “No final da gestação, é recomendada a utilização de sapatos baixos, principalmente devido às dores nas costas. Isso porque o salto alto intensifica ainda mais a lordose característica da gravidez”, aconselha a obstetra Cláudia Magalhães.

 

  1. Posso carregar sacolas de compras?

Sim, não apenas sacolas de compras, como seu filho mais velho (se ele ainda for pequeno, claro) e qualquer coisa de que você precise, desde, é claro, que não seja algo com quilos e mais quilos. Antigamente, acreditava-se que grávidas deveriam ser poupadas de carregar peso, mas essa restrição só existe para gestantes com complicações de saúde. O limite deve ser estipulado pela sua condição pessoal e pelo seu bom senso.

 

  1. Posso ingerir comida japonesa?

Embora o peixe cru, típico da culinária japonesa, não transmita toxoplasmose, o ideal é evitar o alimento nessa fase – aliás, qualquer carne crua deve ser riscada do cardápio da futura mamãe. Durante o preparo, o pescado pode ser manuseado por pessoas que não tenham lavado adequadamente as mãos sem falar em possíveis problemas com a assepsia do restaurante. Como o calor mata a maioria dos germes, o mais indicado é consumir apenas alimentos cozidos.

 

  1. Posso fazer tratamento dentário?

Não só pode como deve, caso ocorra algum problema nos dentes ou nas gengivas. Doenças bucais são associadas a parto prematuro e nascimento de bebês com baixo peso. Se sua barriga ainda não é evidente, lembre-se de falar ao dentista sobre o seu estado atual para que ele possa tomar as devidas precauções no tratamento. Existem anestesias apropriadas para grávidas. Elas são mais seguras porque não contêm substâncias que provocam estreitamento dos vasos sanguíneos, presentes nas anestesias comuns.

Fonte: retirado do site http://www.maemequer.com/30-duvidas-da-gravidez , acessado em 14/09/2017